Acervo Histórico do Livro Escolar - AHLE

O ACERVO HISTÓRICO DO LIVRO ESCOLAR é formado pelo conjunto de livros escolares das antigas bibliotecas públicas infantis da cidade de São Paulo.

Com 5 mil volumes, o Acervo é composto por cartilhas, manuais escolares de todas as matérias de ensino, antologias literárias e livros de referência de uso escolar, entre outros, do século XIX até a década de 1980 e abrange os cursos primários, os secundários, os de formação de professor e o ensino técnico.
O Acervo está localizado na Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato, equipamento da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

Neste blog serão publicadas informações sobre esse acervo.


Seja bem-vindo.







quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Cartilhas e lembranças

(1)



Cartilhas lembram infância, professora primária (a antiga normalista, tão cantada pelos músicos e poetas), as atuais pedagogas, “decoreba” e muito, muito encantamento.
Encantamento porque a cartilha foi e ainda é o meio pelo qual entramos no mundo da leitura.
A origem da palavra cartilha é latina: pequeno caderno que contem as letras do alfabeto. Diminutivo de carta ou de caderno. Carta do ABC. Do grego, temos khártes: folha de papiro de onde vieram carta e carteira.

Muitos consulentes procuram o ACERVO HISTÓRICO DO LIVRO ESCOLAR - AHLE para “matarem a saudade”.

- Você tem a “Cartilha Sodré?” Eu só quero olhar.
- Eu preciso encontrar a cartilha do “Patinho”. Sabe? Aquela que tem um patinho na capa. Acho que era amarelo. Quero mostrar para o meu filho. Dá para xerocar?
- Será que tem a "Caminho Suave" de 1962? Foi essa que perdi em uma enchente. Não foi agora, não. Faz tempo.
- Olha, fui alfabetizada no Maranhão. Será que encontro a minha cartilha nesse acervo? Não lembro o nome, mas se vejo a capa...

(2)


Um acervo, seja qual for, tem realmente várias funções. A idéia de formar o AHLE foi com o objetivo de organizar fontes de pesquisa, pois o livro didático é um material com inúmeras possibilidades de estudos. Esse objetivo é contemplado com a presença de pesquisadores, estudantes de graduação e consultas por emeio.
Mas, sem dúvida, despertar lembranças tem-se mostrado outra vocação desse acervo.
O AHLE conta com duzentos exemplares, entre cartilhas e primeiras leituras, desde 1894 até meados da década de 1970.

Como exemplo, a cartilha mais antiga do acervo: "Primeiro Livro de Leitura" (ilustração de capa no texto anterior), da Profa Maria Guilhermina Loureiro de Andrade, data de 1894 e foi editado pela American Book Company, em Nova Iorque. A autora foi a primeira diretora da Escola Modelo, em 1890, quando da reforma da Escola Normal de São Paulo.(3) O livro apresenta 78 lições, por meio de sentenças e com pequenas ilustrações.
Os métodos, os temas e a apresentação gráfica das cartilhas compuseram e compõem a cultura escolar. (4)
Método sintético? Analítico? Construtivista? Misto? O fato é que a cartilha, com mudanças ao longo do tempo, ainda permanece.
(5)

(1) SÃO JOÃO, Helena Ribeiro. "Nossa Cartilha". RJ, Fco. Alves, 1959.
(2) AMOROSO, Cecilia B. dos Reis. "Onde está o patinho?" S.Paulo, Melhoramentos, s/d.
(3) Sobre a Escola Normal de São Paulo, entre outros, verificar MONARCHA, Carlos (1999). "Escola Normal da Praça: o lado Noturno das Luzes." Campinas, UNICAMP.
(4) Vários autores trabalham com a temática da cartilha. Verificar, entre outros, MORTATTI, Maria do Rosário Longo. "Cartilha de alfabetização e cultura escolar: Um pacto secular". Cadernos Cedes, ano XX, no 52, novembro/2000.


(5) OLIVEIRA, Mariano de. "Cartilha Ensino-rápido da leitura".São Paulo, Melhoramentos,1963.

42 comentários:

  1. A "Cartilha do Patinho", ilustrada pelo Oswaldo Storni, a duas cores foi um marco na minha vida de menina. A espectativa de que aprendesse a ler logo era imensa. Logo eu, neta e filha de professores. Dona Ruth Zilbermann que me alfabetizou no Colégio Batista Brasileiro foi de uma paciência infinita.Minha mãe reforçava os estudos em casa. Ler era ponto de honra na minha família. E eu perdida nesse mar de sons e letras. Eu nem sabia bem a que cultura pertencia. Eu fui uma mistura de México com São Paulo. Aprendi a falar português misturado com espanhol que todo mundo achava charmoso, mas que foi um sufoco na hora de ler palavras de som aberto. Portanto aprender a ler foi também o marco da minha entrada na cultura brasileira, que se deu com o Sítio do Picapau Amarelo do Júlio Gouveia e Tatiana Belinky, as histórias do meu avô e muita goiabada! Por isso e muito mais considero as cartilhas senhas misteriosas que abrem o universo sem fim dos sonhos, paixões e sentimentos os mais inusitados criados pelo ser humano na cultura escrita. Ana Lúcia Brandão

    ResponderExcluir
  2. Azilde, sou um saudosista no bom sentido!
    Voltei contigo aos anos 60 e 70.
    Que viagem maravilhosa de meus tempos na Vila Guilhermina, zona Leste de São Paulo!
    Azilde, procuro uma cartilha chamada CONVITE À LEITURA, mas não lembro o nome da editora (FBEP?). Nem sei se existe essa editora ainda.
    Procurei nos sebos e nada!
    Se souber, me avise por favor, nem que for para capturar algumas imagens dela, ou mesmo adquiri-la.
    Um abraço.
    Meu email é agzohar@gmail.com

    ResponderExcluir
  3. Estou precisando com urgência da Cartilha Moderna publicada nos anos 60 da autora Yolanda Paes Leme. Meu e-mail para contato é: debergbard@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Procurando carteiras escolares da década de 70 chequei aqui e encontrei a cartilha que usei na primeira série em 1969. "Caminho Suave" foi marcante e rever sua imagem, além de emocionante me trouxe aquela saudade gostosa da infância e da minha querida primeira professora. Talvez venha daí minha paixão pela leitura e escrita. Publiquei meu primeiro livro recentemente e estou muito feliz em compartilhar minhas palavras e emoções. Ai que felicidade, obrigada. Miriam Virgil
    email: miriamv@terra.com.br

    ResponderExcluir
  5. Quem de nós não é um saudosista? Quem de nós que teve uma infância sadia não se recorda com saudades da escola, da primeira professora, dos colegas com os quais já há muito perdemos o contato? Quem não se recorda das cartilhas escolares do 1º ano? "Vovô viu a uva" e tantas coisas mais? Quem não se recorda dos livros "Série Pátria Brasileira" de Renato Sêneca de Sá Fleury? ou da "Série Erasmo Braga", ou da Série "Pedrinho" de Lourenço Filho? e tantos outros que deixaram profundas saudades? Ser um apaixanado pelos livros escolares antigos é antes de tudo ser uma pessoa que realmente gostava da escola e que gostaria de ver novamente esses livros, infelizmente tão escassos nos sebos. Quantas vezes tentei adquirir alguns desses exemplares e não consigo. Como seria bom se as editoras os publicassem novamente, poderia até mesmo ser em número reduzido para satisfação dos saudosistas como eu, e, inclusive poderiam também ajudar aos familiares dos escritores a ter mais uma fonte de renda. Hoje o ensino deixa muito a desejar. É preciso que volte imediatamente a matéria Educação Moral e Civica, pois, não pode amar a Pátria quem desconhece os principios básicos de amor, liberdade e dever para com os simbolos da Pátria. Não pode amar o próximo quem não conhece os principios de respeito e dignade que por obrigação deveriamos ter. Feliz o povo que cultiva o passado. Feliz o povo que conhecendo o passado pode se preparar no presente para poder usufruir das benesses do futuro.Feliz quem sente saudades da infância!

    ResponderExcluir
  6. Eu lembro da minha "Cartilha Sodré" e do meu primeiro livro de leitura "As Mais Belas Histórias"! Naquele tempo eu tinha sete anos de idade, o ano era 1965, o nome da escola era
    'Escolas Agrupadas Municipais Cidade Vargas' São Paulo-SP. Lembro-me com carinho da professora D.Zuleika e de vários coleguinhas de classe. Eu era uma menina com duas tranças, que usava botas ortopédicas e ia para escola com uma pasta azul marinho e lancheira verde. É maravilhoso a gente ter uma doce recordação da infância, lembrar com saudades dos tempos de escola!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Neuza, eu fui aluna desta escola no primario e ginasial.Acho que devo ter comecado em 1963 ou 64. Sei que a escola mudou de nome, mas nao lembro para qual, pois nao moro na regiao ha muitos anos. Moro no exterior ha 11 anos. Voce sabe onde se pode encontrar pessoas daquela epoca? Nao me lembro muito das alunas, mas lembro de Dinorah, Cecilia, Helen.... Odete, e estes sao nomes de alunas que lembro.

      Meu email e brumini57@hotmail.com.

      Favor me enviar alguma informacao que possa me ajudar.

      Super obrigada
      E

      Excluir
  7. Eu procuro há tempos a cartilha de primeira à quarta série AS MAIS BELAS HISTÓRIAS. Ajude-me. Obrigada.

    ResponderExcluir
  8. O AHLE tem os exemplares de "As mais belas histórias", livros para o curso primário.
    A pesquisa deve ser feita aqui e o Acervo pode ser fotografado com máquina digital sem flash.
    Espero ter ajudado.
    Azilde

    ResponderExcluir
  9. Será que é possível encontrar um ABC que a capa era amarela e havia vários abacaxis nela??? Foi com uma como a que descrevo que fui alfabetizada e aprendi a ler em 1986. Havia um texto, que
    uma senhora gorda correndo atrás de um pato para matá-lo com uma faca enoorme.

    ResponderExcluir
  10. E a Série Pátria Brasileira é possível conseguir exemplar ou digitalizado?
    Maria Luísa

    ResponderExcluir
  11. Olá Maria Luísa,
    O AHLE tem somente um livro da série "Pátria Brasileira", do Renato Sêneca Fleury: "Leitura IV", livro de 1944, editado pela Melhoramentos.
    O livro pode ser fotogrado em digital sem flash.
    Não sei se você é de São Paulo. Para consultar o livro precisa avisar dia e horário.
    Espero ter ajudado,
    Azilde

    ResponderExcluir
  12. Boa Tarde, a senhora teria disponível em seu acervo a Carta do ABC e a tabuada de LAUDELINO DA ROCHA? pois preciso fazer um trabalho para a faculdade sobre o método de soletração, poderia me ajudar? se por um acaso a senhora dispor de mais material sobre esse método gostaria de estar consultando.
    meu e-mail é tati.picanco@gmail.com

    ResponderExcluir
  13. Oi Tatiana,
    Respondi no emeio mas reitero aqui. Não temos o livro que você procura, mas inúmeras cartilhas e livros de aritmética que contém o método de soletração.

    ResponderExcluir
  14. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  15. Na decada de 70, segunda metade, quando fiz o primario o governo enviou uma cartilha chamada "A Ilha", contado a formação do comércio desde o princípio. Gostaria, se possível, receber informações sobre tal cartilha. Contato maredreis@estadao.com.br. Agradeceria muito ter informação sobre este documento pois aprendi muito da sociedade com ele.

    ResponderExcluir
  16. CARTILHAS ESCOLARES ORIGINAIS E COMPLETAS - ANTIGAS RARIDADES A VENDA
    COnTATO COM O E-MAIL: fabio.777@bol.com.br

    VENDO AS CARTILHAS A SEGUIR SENDO ALGUMAS COM VARIAS EDIÇÕES:
    CARTILHA ANALITICO-SYNTETICA, SEI LER, UMA HISTORIA...E...DEPOIS OUTRAS, LER E APRENDER, AS MAIS BELAS HISTORIAS, NA FAZENDA, MENINICE, CAMINHO SUAVE, HISTORIAS DE ANIMAIS, A INFANCIA BRASILEIRA, LEITURA MANUSCRITA, HISTORIAS DE CRIANÇAS, OS MEUS BRINQUEDO, CASINHA FELIZ, SAUDADE, CONTOS PATRIOS, TRABALHO, VAMOS APRENDER, ALEGRIA, COLEÇÃO TRABALHANDO EU CRESÇO, LIÇÕES DO TIO EMILIO, NOÇÕES DE HYGIENE, AULAS DE CANTO ORFEÔNICO, EU GOSTO DE APRENDER, CONTOS MORAIS E CIVICOS DO BRASIL, EXAME DE ADMISSÃO, VAMOS APRENDER A ESCREVER, ACONTECEU NO BOSQUE... OFICINA DAS LETRAS, NOSSO BRASIL, LIVRO DE LEITURA, ATRAVÉS DO BRASIL, CAZUZA, O BARQUINHO AMARELO, NOVA CARTILHA ANALITICO-SYNTETICA, CORAÇÃO, APRENDER É FESTA, ERA UMA VEZ..., VAMOS SORRIR, CIRANDINHA, SEI LER, PRIMEIRO LIVRO DE PORTUGUES, ATIVIDADES DE LINGUAGEM JOAO DE BARRO, HISTORIAS BONITAS, O PEQUENO CIENTISTA, O CIRCO DO PIRULITO, MINHA ARITMETICA, NOSSAS LENDAS, O CANTO DO BRASILEIRO, MENINOS TRAVESSOS, BRINQUEDOS DA NOITE, LEITURA SILENCIOSA, VAMOS CONHECER MINAS GERAIS – RECREAÇÃO INFANTIL, EU VOU CONSTRUINDO, PEIXINHO DOURADO VAI PASSEAR, BRASIL DITOSA PATRIA, PATRIA E CIDADANIA HISTORIAS DA TERRA MINEIRA, BRASIL CANTOR, MAGIA DAS PALAVRAS, ENSINO DA LEITURA DOMINÓ, ENSINE COM EXITO, BOLHA DE SABÃO, CAMINHO FELIZ, CINCO TRAVESSOS, A TOCA DO TATU, MENINOS DE NOSSA IDADE, EU APRENDO AQUI E ALI, TRABALHANDO EU CREÇO, TERCEIRO LIVRO DE LEITURAS INFANTIS, A FESTA DA BICHARADA, LEITURAS DE PEDRINHO E MARIA CLARA, MEU CORAÇÃO, FERIAS NO PONTAL, O AMIGUINHO DE NHÓ NHÓ E OUTRAS

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto custa a cartilha do tio Emílio?Poderia procurar a cartilha Davi,meu amiguinho de eunice Alves?Contatar aninhamoreno02@yahoo.com.br

      Excluir
    2. Não vendemos livros. Este é um acervo público, de preservação de livros escolares antigos e que pode ser consultado no local.

      Excluir
  17. Tambem sou um saudosista! Lembro-me com imensa saudades de minha primeira professora D.Vilma em 1969. Ela adotou a cartilha escolar "Convite a Leitura" que foi o livro que me inseriu no mundo das letras.É uma pena que essa cartilha já não mais seja encontrada em nenhuma livraria de livros antigos ou com colecionador.

    ResponderExcluir
  18. Olá.. Estou a procura de uma antiga cartilha, com a qual fui alfabetizada em 1992. Não me lembro do nome, mas lembro dos detalhes da capa: tinha um menino e uma menina, ambos em cima de uma carrocinha com as letras ABC, um cavalinho puxava a carrocinha. Havia também um arco-íris no céu do desenho da capa. Por favor.. gostaria muito de revê-la! Obrigada!

    ResponderExcluir
  19. Olá Franciany,
    Não temos a cartilha com essas características. Os livros do AHLE são mais antigos.
    Saudações,
    Azilde

    ResponderExcluir
  20. eu fui alfabetizada em 1986 e nao lembro qual cartilha erta mais usada na minha regiao
    moro em passos/mg sudeste
    escola primaria
    vc poderia me dar dicas de qual editora e quais cartilhas eram nessa epoca mais usados
    é para um trabalho
    obrigada,jaqueline

    ResponderExcluir
  21. Oi, gostaria muito de ver uma antiga cartilha com a a qual meu avô foi alfabetizado. Nela tem um texto muito bonito que fala de paz e perseverança e meu avô recitava pra mim quando eu era criança. Deve ser da década de 1920 mais ou menos.
    Abraço,
    Marcio.

    ResponderExcluir
  22. Olá Marcio,

    É dificil saber sobre a cartilha só pela década de publicação. Você não tem mais nenhuma pista, tais como editora, parte do título ou autoria?
    Azilde

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Iara Augusta da Silva26 de novembro de 2013 17:50

      Vocês tem informação sobre um acervo de cartilhas usadas pelas crianças de Mato Grosso do Sul.
      Estou iniciando um levantamento das cartilhas usadas em Mato Grosso do Sul.

      Excluir
  23. Azilde, vou fazer uma pesquisa sobre textos literários nas cartilhas e preciso ter acesso as cartilhas da década de 70 e 80, pois é o meu projeto de mestrado.
    Se puder me ajudar desde já agradeço.
    meu email: ludo_gama@hotmail.com

    ResponderExcluir
  24. estou procurando uma cartilha que tem as liçoes:cachorro otávio,forragem,burrinho teimoso,peão.por favor é pro meu pai.mariaam1969@gmail.com

    ResponderExcluir
  25. Prezada Azilde,
    Faz tempo que procuro uma cartilha escolar dos anos 60, esta foi cencurada e recolhida na ditadura militar mas nunca a esqueci . A autora era Avila. VC teria alguma informação? Grata,
    Viviane

    ResponderExcluir
  26. Prezada Azilde,
    Faz tempo que procuro uma cartilha escolar dos anos 60, esta foi cencurada e recolhida na ditadura militar mas nunca a esqueci . A autora era Avila. VC teria alguma informação? Grata,
    Viviane

    ResponderExcluir
  27. Prezada Azilde,
    Faz tempo que procuro uma cartilha escolar dos anos 60, esta foi cencurada e recolhida na ditadura militar mas nunca a esqueci . A autora era Avila. VC teria alguma informação? Grata,
    Viviane

    ResponderExcluir
  28. Olá Viviane,
    Nós temos livros do curso primário e não cartilhas co autores como Antônio D'Avila e Maria Cecilia Avila Pessoa. Serão esses? Abraços.

    ResponderExcluir
  29. Oi gente , preciso muito da cartilha do patinho, será que alguém tem? Ou sabe onde posso encontrar? Ou comprar? Não tenho muito tempo. Me ajudem!!! Obrigada vitoriameni1@gmail.com

    ResponderExcluir
  30. Boa tarde!

    Estou querendo terminar a coleção da Cartilha Nordeste, com a qual fui alfabetizado. Se alguém aqui tem algum exemplar, gostaria de conversar para aquisição do exemplar ou de uma cópia digitalizada. A autoria é de Cecília R. Avila Pessoa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde,

      Infelizmente não temos a cartilha que você procura.

      Excluir
    2. Meu irmão acabou de me trazer três livros da coleção: Nordeste linguagem, segundo, terceiro e quarto anos. Autoria de Maria Cecília R. Ávila Pessoa. Editora do Brasil S.A. Eu estudei com eles, na década de 1970. whatsapp (83) 986147021.

      Excluir
  31. Olá, gostaria de conseguir o livro didático "NORDESTE",o qual estudei no curso primário, no final da década de 60. Nesse livro li algumas poesias, como: "ESPUMAS DO MAR" Será que vocês conseguem um exemplar? Ficaria muito feliz! Desde já agradeço pela atenção. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde,

      temos no acervo alguns livros com o título "Nordeste", você sabe o nome do autor? Os livros do AHLE não podem ser emprestados ou doados, são apenas para consulta.

      Excluir
  32. bom dia.
    Fiz o meu CA(classe de alfabetização) em 1979 e usei uma cartilha que procura a anos .Não sei o nome mas tinha os personagens Paulo,Eva ,vovo e o cavalo de pau.Vc sabe que cartilha é essa?Ficarei muito grata

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,

      Bom dia. Infelizmente não consigo identificar essa cartilha pelos dados que você menciona e também não temos cartilhas editadas em 1979.
      Abç

      Excluir