Acervo Histórico do Livro Escolar - AHLE

O ACERVO HISTÓRICO DO LIVRO ESCOLAR é formado pelo conjunto de livros escolares das antigas bibliotecas públicas infantis da cidade de São Paulo.

Com 5 mil volumes, o Acervo é composto por cartilhas, manuais escolares de todas as matérias de ensino, antologias literárias e livros de referência de uso escolar, entre outros, do século XIX até a década de 1980 e abrange os cursos primários, os secundários, os de formação de professor e o ensino técnico.
O Acervo está localizado na Biblioteca Infantojuvenil Monteiro Lobato, equipamento da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo.

Neste blog serão publicadas informações sobre esse acervo.


Seja bem-vindo.







terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Literatura infantil nas escolas





Mais um ano termina e assim resolvi fazer um balanço das pesquisas realizadas em torno do Acervo Histórico do Livro Escolar – AHLE. O Blog, o Twitter e a divulgação do Acervo nas universidades sem dúvida contribuem para sua procura, como também o tal  “boca a boca”. Professores, alunos e pesquisadores que  conhecem o AHLE ajudam a divulgá-lo. Organizado em 2008 este Acervo é recente, mas reconhecido pelo material que resguarda e também pelo atendimento as pesquisas procuradas.
Em 2014 vamos colocá-lo no sistema Alexandria, instrumento de busca das Bibliotecas da Secretaria Municipal de Cultura de São Paulo. Isso facilitará a pesquisa, principalmente aos que se encontram fora da cidade de São Paulo. Atualmente as buscas são feitas com a minha intermediação, através do emeio zi.andreotti@gmail.com
A digitalização do AHLE ainda está longe de ser concretizada. Alguns pouquíssimos livros estão digitalizados, mas chegaremos lá.
Bem quanto as pesquisas do ano que passou, muitas versaram sobre literatura infantil por meio dos textos usados nas escolas; sobre o ensino da literatura infantil; sobre cenas de leitura;  gramática;  formação de professores; sobre livros de história durante a Ditadura Militar de 1964; sobre o ensino de música; educação física; a representação dos negros e índios, entre outros e muitas focaram as primeiras décadas do século 20. Também a memória afetiva atraiu o público em busca de livros que estudaram na infância.
Para ilustrar esse fim de ano e a vocação do AHLE busquei uma figura do 3º Livro Ilustrado, de contos e narrativas para o ensino infantil.
Esse livro de autoria de J. Staub e editado em Zurich pela Kunzli Freres, provavelmente no início do século 20 contém quadros para o "ensino intuitivo".  A edição de livros no exterior, como também modelos estrangeiros, como a ilustração acima,  foi uma realidade que mudou nas primeiras décadas do século 20, com a expansão de editoras daqui, com a produção nacional de histórias infantis e também com  novas abordagens e  enfoques pedagógicos.
Além de quadros ilustrativos, o livro traz poesias e contos voltados às crianças, como  "os repteis" ou  "o esforço individual". Assim, conteúdos escolares e situações exemplares se mesclam como modelo de educação.
O AHLE mantém um acervo significativo de livros escolares de leitura para as crianças, além de antologias e outros de ensino da lingua portuguesa.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário